Montanhista impressiona o mundo com o seu ato de coragem

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 5 de maio de 2003 as 09:05, por: cdb

Um montanhista norte-americano que ficou com a mão direita presa debaixo de uma pedra gigante, que rolou enquanto escalava uma montanha no deserto do Utah, cortou o braço com um canivete, depois de permanecer cinco dias sem socorro, por acreditar que esse era o único meio de sobreviver.

As autoridades do estado disseram que Aron Ralston, de 27 anos, foi finalmente resgatado por um helicóptero, que o localizou enquanto o montanhista caminhava pelo deserto, em busca de ajuda, na sexta-feira passada.

“Ele é tremendamente corajoso”, disse o sargento Mitch Vetere, da Polícia de Green Valley. “Ele queria viver e conseguiu se salvar”.

Vetere disse ainda que Ralston jamais poderia ter sido encontrado na área onde sofreu o acidente, por ser de acesso muito difícil.

A pedra que prendeu a mão do montanhista teve seu peso estimado em 800 quilos a uma tonelada.

Depois de tomar a decisão mais difícil de sua vida e sair em busca de ajuda, Ralston improvisou um torniquete.

O montanhista foi hospitalizado no oeste do Colorado, seu estado natal, e sua condição é grave, de acordo com uma porta-voz médica.

Uma equipe que esteve no local do acidente para tentar recuperar o braço – visando a um possível reimplante – informou não ter conseguido remover a pedra.

Ralston deve receber um braço mecânico.