Ministro se diz surpreso com decisão da CBF

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 21 de maio de 2003 as 09:20, por: cdb

O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, disse que ficou surpreso com a posição tomada nesta segunda-feira pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e os clubes que decidiram suspender o campeonato brasileiro de futebol, alegando que não há tempo hábil para se cumprir as normas do Estatuto do Torcedor, sancionado semana passada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo Agnelo Queiroz, lei é para ser cumprida.

– O que está acontecendo é uma desinformação por parte dos clubes já que, ao anunciarmos as leis sancionadas pelo presidente, fizemos questão de deixar claro que haveria tempo hábil para as mudanças necessárias em relação ao estatuto do torcedor – afirmou.

O ministro do Esporte adiantou ainda que se os clubes e dirigentes insistirem na posição de cancelamento das competições com forma de pressão para não cumprirem as leis sancionadas pelo presidente, o Ministério tomará as medidas judiciais cabíveis.