Ministro reforça campanha contra Aids no Carnaval no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de fevereiro de 2005 as 19:26, por: cdb

O ministro da Saúde, Humberto Costa, intensificou nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro, a campanha contra HIV/Aids e de distribuição de camisinhas para o Carnaval, prevendo o aumento de “relacionamentos sexuais ocasionais” durante a maior festa popular do país.

A campanha de Carnaval, cujo slogan é “Vista-se, use sempre camisinha”, prevê a distribuição de 11 milhões de preservativos a mais que os 20 milhões oferecidos gratuitamente a cada mês no país.

“Sabemos que no período de Carnaval (…) pelo fato de envolver multidões, por ser uma festa em que é muito grande a proximidade das pessoas, ocorrem relacionamentos sexuais ocasionais”, disse o ministro à imprensa no Rio de Janeiro.

Segundo o ministro, o foco da campanha deste ano é a população de mais baixa renda, com menos informações sobre HIV/Aids e sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). “Nosso foco são as classes C, D e E, em que identificamos falta de informação e maior proliferação da doença”, afirmou Costa.

O ministério gastou cerca de 6 milhões de reais em publicidade e na compra dos preservativos adicionais na campanha deste ano.