Ministro recebe apoio para Brasil entrar no conselho da ONU

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 7 de maio de 2003 as 15:14, por: cdb

O ministro das Relações Exteriores, embaixador Celso Amorim, está nesta quarta-feira na África do Sul, onde se encontra com o presidente Thabo Mbeki, a chanceler Dlamini Zuma e o ministro do Comércio e Indústria, Alex Erwin. O embaixador participará também de vários eventos empresariais, e presidirá a II Reunião da Comissão Mista Brasil – África do Sul.

Na próxima sexta-feira, o chanceler estará na Namíbia, última etapa de sua viagem àquele continente. Ele já visitou Moçambique, Zimbábue e São Tomé e Príncipe.

Na última terça-feira (6), Celso Amorim recebeu, em Angola, apoio à entrada do Brasil no Conselho de Segurança da ONU como membro permanente. Na visita à Angola – quarta etapa de seu roteiro africano – o chanceler foi recebido pelo presidente José Eduardo dos Santos, o primeiro ministro Luis Fernando dos Santos Nandó, o ministro das Relações Exteriores, João Bernardo Miranda, o presidente da Assembléia Nacional e o secretário-geral do Movimento Popular pela Libertação de Angola, deputado João Lourenço.

Nesses encontros, Celso Amorim ouviu das autoridades angolanas várias manifestações de interesse em ampliar a cooperação que já recebem do Brasil, nas áreas de educação, gestão econômica e financeira e formação de recursos humanos. O governo de Angola tambpém está interessado em diversificar investimentos e ampliar os contatos empresariais entre pequenas e médias empresas.

Na capital, Luanda, o ministro anunciou que o Brasil se empenhará na realização de uma conferência internacional de países doadores para a reconstrução de Angola. De acordo com a Assessoria de Comunicação do Itamaraty, Celso Amorim confirmou a visita do presidente
Luiz Inácio Lula da Silva àquele país no início de agosto.