Ministro pretende aumentar duração do ensino médio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de março de 2003 as 15:35, por: cdb

O ministro da Educação, Cristovam Buarque, anunciou nesta segunda-feira a intenção de ampliar para quatro anos o tempo do ensino médio no país.

O argumento do ministro é que esse ano a mais, além de preparar o estudante para o mercado de trabalho, deixará que as pessoas mais velhas consigam emprego.

Ele também pensa numa reforma no Enen, no qual a cada ano haveria uma prova e as melhores médias assegurariam vagas na universidade.

Em relação ao ensino superior, a intenção do ministro é tornar os cursos mais rápidos, com duração de dois ou três anos dependendo da área.

Cristovam Buarque ainda disse que pretende modificar o mecanismo de concessão de recursos de financiamento aos estudantes do ensino superior, o Fies (Financiamento Estudantil), que oferecerá bolsas integrais de estudo em troca do trabalho do universitário em programas sociais, especialmente nos de alfabetização.

De acordo com ele, as áreas prioritárias para ganhar as bolsas serão pedagogia e licenciaturas.