Ministro da Previdência Social empossa funcionários do INSS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 13 de abril de 2003 as 14:04, por: cdb

O ministro da Previdência Social, Ricardo Berzoini, empossa na próxima segunda-feira (14) o diretor de Receita Previdenciária do INSS, Carlos Roberto Bispo, e o procurador-geral do Instituto, João Ernesto Aragonés Vianna. A solenidade será às 8h20, no auditório do INSS (Setor de Autarquias Sul, Quadra 2, Bloco “O”, 10º andar).

O novo diretor de Receita Previdenciária, Carlos Roberto Bispo, ingressou no serviço público em 1981, quando foi aprovado no concurso para o cargo de Fiscal de Contribuições Previdenciárias. Tornou-se auditor fiscal, chegando a ocupar cargos importantes dentro do INSS, como a chefia da Região Fiscal que engloba Minas Gerais, entre 1989 e 1992, sendo também gerente regional de arrecadação e fiscalização em Juiz de Fora, entre 1995 e 1996, e substituto em períodos posteriores.

Bispo também desenvolveu e participou de grupos de trabalho de instrução, como a coordenação do Projeto de Educação Continuada e equipes de instrutores do órgão. Bispo destaca, entre os vários trabalhos realizados, a participação nos programas de formação de auditores fiscais a partir de 1993.

O novo diretor do INSS nasceu em 1º de junho de 1954 no município de Araçoiaba da Serra (SP). Apesar de paulista, reside em Minas Gerais desde 1965.

O advogado João Ernesto Aragonés Vianna é gaúcho de Porto Alegre. Ele quer tornar mais eficaz a cobrança dos créditos judiciais do Instituto. “Para alcançarmos essa meta, redefiniremos a maneira de atuar das unidades da Procuradoria que trabalham com dívida ativa”, comentou .

Formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1996, Aragonés é procurador federal desde 1997. Ele também trabalhou, no período de 1989 a 1997, no Tribunal Federal Regional da 4ª Região, onde atuava na área jurídica.