Ministro da Integração garante agilizar liberação de recursos para Rio Branco

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 19 de abril de 2012 as 15:04, por: cdb

Qui, 19 de Abril de 2012 16:57Prefeito Raimundo Angelim esteve em audiência com o ministro e recebeu apoio dos senadores Jorge Viana e Aníbal Diniz
O senador Jorge Viana e o prefeito de Rio Branco, Raimundo Angelim, estiveram reunidos com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, na manhã desta quinta-feira, 19. Eles trataram das ações de recuperação da capital acreana após a enchente do Rio Acre, que atingiu mais de 30 bairros e deixou milhares de desabrigados no início do ano.
O prefeito solicitou a liberação de mais R$ 2 milhões, além dos R$ 3 milhões já repassados até agora, para cobrir as despesas com limpeza e retirada de entulhos e com assistência aos desabrigados. Fernando Bezerra, além de garantir a liberação dos recursos, prometeu agilidade no processo.
“Graças ao apoio da bancada acreana e do governo federal, conseguimos os primeiros recursos ainda em março, tanto para limpeza da cidade como para o atendimento às famílias atingidas. Mas, agora que fechamos essa conta, temos um déficit de R$ 2 milhões. A boa notícia é que o ministro Fernando Bezerra nos garantiu a liberação desses recursos”, disse Angelim.
Depois da audiência, o prefeito e o senador Aníbal Diniz conversaram com o senador Jorge Viana no seu gabinete, em Brasília. Jorge ressaltou a importante parceria com o Ministério da Integração que, além de Rio Branco, já repassou até o momento, R$ 300 mil para Brasiléia e R$ 300 mil para Sena Madureira. “Nesses casos são necessários mais recursos, tendo em vista o tamanho do problema. Mas foi muito importante a ajuda do governo federal liberando agora a quantia de mais R$ 2 milhões para Rio Branco. Todos nós temos que dar apoio ao governo e às prefeituras para conseguir os recursos necessários neste momento”, afirmou o senador Jorge Viana.
Para Aníbal Diniz, esse é um momento de solidariedade às prefeituras até a resolução dos problemas causados pela alagação deste ano nas cidades acreanas. “A reunião foi muito importante. O prefeito Angelim trouxe a conta final de tudo o que precisou resolver e teve uma atenção muito positiva do ministro. Ele não apresentou nenhum centavo a mais do que realmente necessita”, afirmou Aníbal Diniz.
O ministro da Integração viu de perto a situação de calamidade pública da capital acreana. Ele esteve em Rio Branco no final de fevereiro, quando sobrevoou as áreas afetadas pela enchente. Em março, garantiu a liberação de R$ 3 milhões para a capital. Em todo o Acre, seis cidades ficaram alagadas devido às cheias dos rios, que afetaram mais de 100 mil pessoas.
Ao senador Jorge Viana, o ministro Fernando Bezerra também adiantou que em breve o governo federal estará lançando o PAC de Prevenção aos Desastres Naturais, em que recursos serão investidos para evitar calamidades como a que foi registrada no início deste ano no Acre. “O ministro informou que precisará de um plano de prevenção elaborado pelo governo do Estado e prefeituras, principalmente relacionado a moradias em área de risco e áreas de desmoronamento às margens dos rios acreanos”, informou Jorge Viana.