Ministro da Educação pede inovação para o ensino fundamental

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de março de 2003 as 20:04, por: cdb

O ministro da Educação, Cristovam Buarque, disse nesta quarta-feira, na reunião do Conselho de Dirigentes dos Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefet), que o ensino fundamental no Brasil precisa urgente de uma inovação para trazer de volta a esperança e a expectativa dos jovens que estão fora da sala de aula.

De acordo com o ministro, são mais de um milhão de crianças que não frequentam a escola.

“Temos de cuidar do ensino tradicional porque ele está caminhando bem, mas é necessário criar algo novo. A juventude pede um mística no ensino”, destacou.

O ministro confessou não estar pronto para dar soluções.

“Nâo sou um cirurgião com total convicção das minhas habilidades. Estamos todos aprendendo juntos”, afirmou.

Cristovam ainda pediu o apoio dos dirigentes do Cefet no desáfio de como conseguir trazer os jovens ao ensino fundamental que, segundo ele, é o maior problema que o país enfrenta atualmente.