Ministério Público Eleitoral vai apurar se houve troca de cestas básicas por assinaturas de apoio à criação do PSD

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 21 de setembro de 2011 as 17:47, por: cdb

Débora Zampier
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O Ministéro Público Eleitoral (MPE) decidiu hoje (21) abrir um procedimento administrativo para apurar as denúncias de que o PSD trocou cestas básicas por assinaturas de apoio ao partido no Tocantins. A vice-procuradora-geral Eleitoral, Sandra Cureau, encaminhou o processo para o MPE do estado, que analisará o caso a partir de agora.

O vídeo em que eleitores supostamente vendem seu apoio para a criação da legenda foi anexado pelo DEM, na semana passada, ao processo de registro do PSD, que corre no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As denúncias da troca de alimentos por assinaturas foram veiculadas em reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

Ontem (20), o MPE voltou a opinar contra o registro da legenda articulada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. De acordo com a procuradora, faltam documentos exigidos por lei no processo. Sandra Cureau também alega que o PSD tem menos da metade do número de assinaturas de apoio necessárias para a criação do partido.

Edição: Lana Cristina