Ministério da Cultura e Ancine negociam atribuições

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 14 de março de 2003 as 11:06, por: cdb

Oficialmente, o Ministério da Cultura negocia com a Agência Nacional do Cinema a volta de apenas parte das atribuições que o governo passado transferiu de um para outro.

Retornariam ao MinC: o fomento a projetos audiovisuais, a representação do país em festivais internacionais (inclusive o Oscar) e a aprovação de projetos na Lei Rouanet. A gestão da Lei do Audiovisual continuaria com a agência. Extra-oficialmente, admite-se a ida da agência para o MinC.

Criada em setembro de 2001, a Ancine deveria ser entregue ao Ministério da Indústria e Comércio, depois de cumprir período provisório na Casa Civil, responsável por sua instalação.

A opinião de produtores e cineastas sobre a Ancine se divide entre uma versão pública e outra reservada. Oficialmente, a classe cinematográfica se diz unida pela transferência da agência para o Ministério da Indústria e Comércio, de Luiz Fernando Furlan.

Nos bastidores, o setor sinaliza que apóia a vinculação da agência ao MinC de Gilberto Gil, que, com o secretário do Audiovisual, Orlando Senna, reuniram-se nesta quinta-feira com Furlan e José Dirceu (Casa Civil).