Militância é a voz e a garganta do PT

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 18 de junho de 2011 as 14:35, por: cdb

Foi gratificante e animador participar, na manhã de hoje, em Sumaré (SP), do I Encontro do PT das Macro-regiões e falar para cerca de 2 mil pessoas, entre delegados e observadores de todas as regiões do Estado. Ali estava a constatação de que a nossa militância é a voz e a garganta do partido. Sem nossos vereadores, prefeitos, deputados, sem luta social, sem as alianças com movimentos, não teríamos essa força, esse motor que fez com que o Brasil chegasse onde está.

O encontro mostrou que o PT está vivo, pulsa e é mantido pela militância. A grande imprensa diz que o PT não tem mais militantes e que só faz eleições profissionais, mas, como lembrei no encontro, se isso fosse verdade, os presidentes Lula e Dilma não teriam sido eleitos.

Em Sumaré eu reafirmei a responsabilidade do PT, um exemplo em organização e em sua dinâmica interna, seu projeto de desenvolvimento para o nosso país e para as mudanças no sistema político brasileiro.

O necessário esforço em torno da reforma política

Destaquei a importância de um grande esforço agora em torno da reforma política. Fomos vítimas do atual modelo político e, se não o mudarmos, ele será derrubado pelo povo, por protestos populares. É nosso dever mobilizar a sociedade contra o distritão, por exemplo, que radicaliza o fisiologismo, o coronelismo e a lógica do poder econômico.

Defendi, ainda, a reforma tributária, que reduzirá custos, o uso da energia, água e barateará o transporte, e que pode trazer, também, aumento da produtividade da economia e, consequentemente, dos salários.

Além de destacar a necessidade de o PT ser linha de frente na organização pela regulação da mídia, deixei claro o que já afirmei diversas vezes aqui: o PT deve pensar como atrair a juventude. Nós tínhamos um grande problema enfrentado pela juventude brasileira, a falta de oportunidades.

Desde o início do governo Lula (2003) milhões de novos empregos criados e foram feitos vultosos investimentos em saneamento, educação, lazer, cultura e esporte, dentre outros, o que significa novas oportunidades e esperança para os nossos jovens. Para mim, encontros como este de hoje do partido constituem o pontapé inicial para enfrentar os desafios que se aproximam para o PT – o principal destes, a eleição municipal no ano que vem.

Comments are closed.