Milhares de pessoas enfrentam trânsito e calor para ver show da FAB no Rio de Janeiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 21 de outubro de 2012 as 17:21, por: cdb
Milhares de pessoas, a maioria crianças e adolescentes, passaram pelo Museu Aeroespacial no Rio

Milhares de pessoas, a maioria crianças e adolescentes, passaram pelo Museu Aeroespacial no Rio, neste domingo, para ver helicópteros e aviões de combate, acrobacias e paraquedismo, além da participação especial da Esquadrilha da Fumaça que cruzou o céu do Campo dos Afonsos, na Zona Norte da capital. O evento é promovido anualmente pela Força Aérea Brasileira (FAB), com entrada franca.

O termômetro em frente à entrada do museu marcava 38 graus Celsius, mas a sensação térmica era de mais de 40 graus e alguns optaram pelo guarda-chuva para se proteger do sol. Muitos desistiram do programa devido ao forte calor e ao trânsito, que formou uma fila de veículos de mais de 3 quilômetros de comprimento.

O bombeiro militar José Carlos de Miranda acabou dando meia-volta com a esposa e o filho depois de uma hora caminhando. “Deixei o carro lá do outro lado e achei que fosse demorar uns 20 minutos de caminhada, mas na realidade já rodamos mais de uma hora e ainda não conseguimos chegar. Desistimos por causa da criança, com sol na cabeça, pedindo água toda hora. Deixei tudo no carro, achando que era perto”, lamentou.

O locutor do evento orientava os adultos a hidratar as crianças, pois muitas estavam tendo que ser atendidas pelas equipes médicas por insolação. Mas os visitantes reclamaram da falta de pontos de venda de água. O comerciante Marcos Fernandes levou os filhos de 4 e 7 anos e achou o evento muito desorganizado. “Ano que vem não venho não. Falta água lá dentro e do lado de fora estão vendendo água quente a R$ 3. Também tive que deixar o carro lá embaixo e com o espaço que eles [Aeronáutica] têm daria para estacionar todo mundo e ser um evento bem mais acessível às crianças”, criticou.

A analista de sistemas Carolina Cunha foi ao show com as filhas de 5 e 9 anos disse que essa foi sua primeira e última visita ao Campo dos Afonsos. “A estrutura para criança é muito ruim. Foi uma experiência ruim, porque demoramos uma hora e meia para estacionar e quando chegamos aqui, as meninas pediram para ir embora”.

Já a professora Raquel Cristina, que também participou do evento pela primeira vez com o filho de 2 anos, recomendou o programa para todas as famílias. “Gostei muito. Muito legal. A Esquadrilha da Fumaça é inesquecível. É muito melhor do que o que a gente vê na televisão”;

O supervisor operacional Fernando Canutto disse que apesar do calor, o passeio valeu a pena, pois o filho, Felipe, de 5 anos, adorou o show aéreo. “Gostei mais do avião que sai fumaça”, comentou o menino.