Mike Tyson já desejou a morte

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 7 de julho de 2003 as 10:50, por: cdb

Ídolo do boxe, Mike Tyson afirmou que odiava tanto a vida que chegou a desejar a morte, informou o tablóide inglês The Sun.

– Eu odeio a minha vida agora. Talvez em uma próxima vida, eu seja mais feliz. Por isso que eu desejei tanto partir para um outro mundo.

A confissão de Tyson ocorreu durante uma entrevista de duas horas para um documentário de TV, que será exibido nos Estados Unidos semana que vem.

A ex-mulher de Mike Tyson, a atriz Robin Givens, também quebrou o silêncio e contou o quanto tinha medo de ser morta pelo ex-marido. Aos 38 anos, Robin divorciou-se de Tyson em 1989, depois de oito meses de união.

– Estou feliz porque todo mundo da minha família continua vivo – disse.

O lutador, de 36 anos, passou três anos preso por ter estuprado a miss Desiree Washington, em 1991. Seis anos depois, ele foi suspenso do campeonato de boxe por ter arrancado com os dentes parte da orelha de Evander Holyfield durante uma luta. Em 1999, Tyson pegou dois anos de prisão por ter agredido dois motoristas em uma estrada, mas só ficou quatro meses preso.

Completando a sua lista de “encrencas”, Mike Tyson foi detido novamente mês passado, por ter batido em dois mulheres e em uma mulher, depois que se recusou dar autógrafos.