Microsoft e Justiça dos EUA devem fechar acordo para encerrar batalha judicial

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de novembro de 2001 as 15:44, por: cdb

Depois de cinco anos de batalhas e escaramuças jurídicas (o processo começou em 1998), a guerra entre a Microsoft e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ) mostra sinais de que existe uma possibilidade de se chegar a uma solução negociada com um esboço de acordo entre as partes no processo antitruste movido contra a criadora do Windows.

Segundo informações de fontes ligadas ao processo, as partes devem se pronunciar nesta sexta-feira 02/11, que é a data limite estipulada pela juíza Colleen Kollar-Kotelly para o fechamento de qualquer tipo de acordo que evite a continuação do processo no tribunal.
Entretanto, de acordo com as mesmas fontes, os termos ainda não foram finalizados e o consenso sobre o documento ainda pode ser completamente quebrado e jogar fora todos os esforços desenvolvidos até o momento.

A proposta que feita de acordo sugere que a Microsoft dê aos fabricantes de computadores mais flexibilidade para que estes possam decidir como os aplicativos de software serão instalados e organizados nas máquinas com o sistema operacional Windows. Além disso, propõe que uma parte – a ser determinada – do código-fonte do sistema operacional da Microsoft seja compartilhada com outros fabricantes de software.

As fontes adiantaram ainda que o acordo teria validade de cinco anos, com a possibilidade de ser estendido por mais 24 meses, caso a Microsoft tente violar as regras estabelecidas.