Mergulhadores localizam caixa preta do Flash Airlines

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de janeiro de 2004 as 09:56, por: cdb

Os mergulhadores franceses conseguiram localizar uma das duas caixas-pretas do avião da Flash Airlines que caiu no sábado passado no Mar Vermelho com 148 ocupantes, em sua maioria franceses que tinham comemorado o Ano Novo no Egito.

Segundo fontes francesas, um grupo de mergulhadores empregou um sofisticado sistema de sonar e detectou os sinais de uma das duas caixas-pretas do aparelho, cujo resgate é imprescindível para esclarecer as causas da queda.

A agência egípcia de notícias, Mena, confirmou a notícia e ressaltou que se localizou com exatidão o local onde está a fuselagem do Boeing 737 que afundou no estreito de Tiran, na península do Sinai.

De acordo com fontes próximas às equipes de resgate, os destroços do aparelho se encontram a cerca de 400 metros de profundidade na zona do Golfo de Nema, cerca de 12 quilômetros do balneário de Sharm el Sheikh.

A França enviou à região um robô submarino equipado com uma câmera e um braço mecânico para apanhar objetos pequenos, assim como um avião de patrulha com radares, uma fragata com um sistema de sonar e um grupo de mergulhadores para participar das tarefas de resgate.

O avião da Flash Airlines desapareceu das telas do radar e caiu no Mar Vermelho uns três minutos após sua decolagem, ao redor das 3.00 GMT (1.00 de Brasília) de sábado, do aeroporto de Sharm el Sheikh rumo a Paris, via Cairo.

As autoridades egípcias e francesas excluíram até o momento a hipótese de um ato de sabotagem, mas esperam recuperar as caixas-pretas para esclarecer as causas da tragédia.