Merenda intoxica 140 estudantes no interior de São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de fevereiro de 2003 as 18:22, por: cdb

Pelo menos 140 estudantes de cinco escolas da cidade de Cajamar, na Grande São Paulo, foram levadas para hospitais do município, na manhã desta quarta-feira. Elas sofreram de intoxicação alimentar depois de consumirem a merenda servida pela Prefeitura.

O prefeito do município, Messias Cândido da Silva, solicitou uma investigação da Polícia, porque suspeita de “sabotagem”.

O delegado de Cajamar, Carlos Roberto de Campos, disse que requisitou apreensão dos alimentos servidos aos alunos e também da água, para análise pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Ele disse que a maior suspeita está sobre um bolo de laranja, comprado pela Prefeitura de uma empresa que será investigada.

O nome da empresa não foi divulgado. A menina Solange Rodrigues da Costa, de 11 anos, aluna da Escola “Antônio Carlos Carvalho”, disse que foi só comer o bolo e começou a sentir dores de cabeça, enjôos e passou a ter vômitos. O mesmo comportamento tiveram os alunos de escolas distantes quilômetros umas das outras.

A mãe de Solange, Eliana, disse ter visto uma menina sair inconsciente do Hospital São Sebastião, sendo levada para outro hospital com mais recursos.

Segundo o prefeito Messias, tudo leva a crer em “sabotagem”, porque duas funcionárias do Fundo Social do Município ficaram intoxicadas no trabalho, “porque jogaram uma espécie de veneno nas salas, durante a madrugada”. Além disso, pessoas estranhas teriam sido vistas próximas de caixas d´águas de pelo menos duas escolas.