Mensagem de Lula ao Congresso é entregue pela ministra Dilma

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 2 de fevereiro de 2010 as 11:48, por: cdb

Em sua oitava e última Mensagem ao Congresso, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um balanço dos esforços de seu governo para cumprir o objetivo assumido no início de sua administração: avançar rumo a uma sociedade mais justa, mais equilibrada e mais democrática.

Lula agradeceu o apoio recebido pelo Congresso e destacou o desempenho positivo da economia, mesmo sofrendo impactos da crise financeira mundial. A Mensagem do presidente da República foi entregue pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, no início dos trabalhos de instalação da 4ª sessão legislativa ordinária da 53ª Legislatura.

A solenidade foi realizada no Plenário da Câmara dos Deputados. A Mesa, presidida pelo presidente do Congresso, José Sarney, foi formada pelo vice-presidente da República, José Alencar; pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff; pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes; pelo 1º secretário do Congresso, Rafael Guerra, que faz a leitura da mensagem presidencial; e pelo presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer.

Assim que chegou ao Congresso, a ministra Dilma afirmou que não está impressionada com o seu crescimento nas pesquisas de opinião para as eleições presidenciais deste ano. O novo cenário mostra o governador de São Paulo liderando a disputa com 33,2% dos votos e a chefe da Casa Civil em segundo lugar, com 27,8%.

– É só mais uma pesquisa – disse Dilma, que estava no mesmo evento.

Segundo o presidente Lula afirmou, na véspera, o resultado é fruto do entendimento da população de que Dilma é o nome da continuidade. A declaração de Lula foi seguida por uma alfinetada na oposição, prática cada vez mais usual em seus recentes discursos.

– Deus queira que, daqui para frente, eu seja o paradigma para quem vier depois de mim. Nós mudamos o paradigma, que era muito nivelado por baixo – afirmou Lula.