Meninos e meninas impulsionam campanha “Mambrú não vai à guerra” #10D

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de dezembro de 2012 as 16:03, por: cdb

Meninos e meninas adolescentes tomam as ruas por respeito aos seus direitos: eles dizem “Não ao consumo de brinquedos bélicos e sexistas e sim à Paz”, com a proposta que gira em torno da Campanha “Mambrú Não vai à Guerra”, realizada na cidade de Quito, no Equador. A iniciativa é promovida pelo Serviço, Paz e Justiça do Equador (SERPAJ-E) desde o ano de 2003.

Mediante um ato simbólico, nessa segunda-feira, dia 10 de dezembro, a partir das 9h da manhã, 153 meninos/as integrantes de várias escolas da capital, fizeram a tradicional Campanha da Paz, localizada no parque La Carolina, e com a magia da pintura, os brinquedos cooperativos e o teatro, farão parte de uma jornada que busca apresentar os olhares dos/as pequenos/as sobre os seus direitos.

A necessidade de seguir impulsionando espaços alternativos onde os/as pequenos/as possam se fortalecer como atores estratégicos na construção de comunidades mais solidárias, inclusivas e respeitosas de seus direitos é um trabalho diário que requer o compromisso de toda a sociedade.

O objetivo é trabalhar o tema de uma educação para a paz mediante o jogo, onde a sociedade em geral possa ver no lúdico um espaço para a aprendizagem, a formação, a solidariedade, a cooperação e o são entretenimento, tudo isso no marco do Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Paz e Justiça do Equador convida a população equatoriana em geral a fazer parte dessa proposta porque “é importante que, como sociedade, comecemos a nos envolver e gerar espaços de reflexão em torno daquilo que é tão fundamental no crescimento de um menino e uma menina: o jogo”.

Fonte: Oclacc

Com informações de Agências