Menino com asma vai morar em veleiro para não morrer

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 8 de setembro de 2003 as 11:10, por: cdb

Um casal italiano viajará durante seis anos num veleiro para tentar salvar a vida de seu filho Nicky, que sofre de uma doença asmática que o impede de levar uma vida normal em terra firme. Nicky, que acaba de completar seis anos, sofre um tipo particular de asma que o obriga a viver isolado em condições de temperatura e umidade que só se dão no mar, explicaram seus pais ao jornal romano La Repubblica.

A criança, que durante este tempo estudará e se comunicará com seus colegas de colégio pela Internet, viajará por todo o mundo acompanhado de seus pais, que deixaram seus respectivos trabalhos e venderam tudo o que tinham para poder construir o navio Walkirye. “Há pessoas que nos perguntam se não é melhor comprar uma casa próxima ao mar”, diz Paola Francisca, mãe de Nicky, “mas o problema é que precisamos de uma temperatura constante que tentaremos manter ao ir de um lugar a outro”.

A odisséia familiar começará no próximo dia 26, quando o veleiro partirá da ilha de Lipari, nas ilhas Eólicas (sul da Itália), em direção ao estreito de Gibraltar. Esta é a primeira experiência do gênero na Europa e conta com o financiamento do Ministério italiano da Educação, já que Nicky continuará assistindo de forma virtual às aulas da escola Galileo Galilei da ilha de Lipari, onde a família vive.