Menina morre após ser picada por escorpião em SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de abril de 2003 as 18:10, por: cdb

Mirna de Lima Soares Laísse Ceron, de 3 anos, é mais uma vítima de picada de escorpião. Ela morreu quatro horas depois de ser picada, quando brincava no quintal do sítio em que morava, em Serrinha, bairro de Tabapuã, a 50 quilômetros de São José do Rio Preto, no interior do Estado de São Paulo.

Laísse reclamou de uma forte dor no pé. Foi quando, segundo o tio da menina, o lavrador Donizete Ceron, a mãe viu que embaixo do chinelo da criança havia um escorpião amarelo morto. Imediatamente, ela foi levada ao Hospital Maria Valle Pereira, em Tabapuã.

Apesar de medicada com soro escorpiônico, Laísse não reagiu ao tratamento e foi transferida para o Hospital Padre Albino, em Catanduva, onde chegou sonolenta, com dor de cabeça e vomitando. De acordo com o tio da menina, o médico que a atendeu explicou que a ferroada atingiu uma veia e rapidamente o veneno se espalhou pelo corpo. Só agora se soube do fato, acontecido na última segunda-feira (21) de manhã.