Meirelles afirma que queda da inflação é prioridade do BC

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de maio de 2003 as 16:47, por: cdb

A prioridade do Banco Central é a queda da inflação, já que isso é pré-condição para o crescimento econômico, ressaltou nesta sexta-feira o presidente da instituição, Henrique Meirelles, ao participar da cerimônia de posse da nova diretoria da Associação dos Bancos do Estado do Rio de Janeiro (Aberj), no Rio.

Ele ressaltou que o governo já está discutindo como fazer para que o Brasil cresça a longo prazo, mas advertiu que isso não se obtém com política monetária frouxa. Segundo Meirelles, para que o país cresça a médio e longo prazos, o risco Brasil tem que cair, favorecendo que o custo do financiamento seja mais baixo.

Para Meirelles, o risco Brasil como é medido no exterior e o risco interno, chamado risco macro-econômico, que define a taxa de juros real de equilíbrio, estão correlacionados, de forma que, caindo um, o outro também diminui, derrubando a taxa real de juros de equilíbrio e permitindo ao país crescer a taxas mais elevadas.

Meirelles disse que, no banco, já se discute quais são os fatores que poderão levar o país a crescer no futuro com juros reais mais baixos, sem inflação. Ele assegurou que não existe contradição entre inflação baixa e crescimento.

– É o contrário: inflação baixa é pré-condição para crescer. E o BC tem que trabalhar com uma meta de inflação baixa e é essa estabilidade que vai contribuir para o baixo risco e o crescimento a longo prazo.