Megawati rejeita pedido de clemência e ordena execução de condenados

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 1 de outubro de 2004 as 06:43, por: cdb

A presidenta da Indonésia, Megawati Sukarnoputri, rejeita pedido de clemência da Anistia Internacional e ordena a execução de dois tailandeses condenados à morte por tráfico de drogas, nesta sexta-feira, por um pelotão de fuzilamento na cidade de Medan.

Namsong Sirilak, de 32 anos, e Saelow Prasert, de 62, foram detidos em 1994 no aeroporto de Medan com 12,9 quilos de heroína em companhia do indiano Ayodhya Prasad Chaubey, executado em agosto.

Com a morte dos dois cidadãos tailandeses sobe para três os executados este ano na Indonésia, país onde a pena capital não era aplicada desde 2001.