Médicos suspendem sedativos para retirar estudante do coma

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 10 de maio de 2003 as 13:37, por: cdb

Os médicos já suspenderam o uso de sedativos na universitária Luciana Gonçalvez de Novaes, de 19 anos, atingida por um tiro dentro da Estácio de Sá, no Rio Comprido, Zona Norte do Rio. A medida, anunciada na última sexta-feira (9) pela equipe médica que operou a jovem, irá retirar lentamente a paciente do coma induzido.

A previsão dos médicos é de que a paciente volte à lucidez nas próximas 48 horas, quando poderão ser realizados exames mais precisos, como uma ressonância magnética, para identificar os danos provocados na medula da estudante, que corre o risco de ficar tetraplégica e ter problemas respiratórios.

Segundo boletim médico divulgado na manhã deste sábado, a paciente, que encontra-se no segundo dia do pós-operatório, apresenta quadro estável. O próximo boletim será divulgado no próximo domingo, às 11h.