Médica de Hong Kong é a segunda profissional que morre de Sars

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de maio de 2003 as 02:49, por: cdb

Morreu nesta terça-feira, em Hong Kong, uma médica que cuidou de pacientes com a síndrome respiratória aguda e grave (Sars, sigla em inglês).

Ela é a segunda profissional da área de saúde a falecer enquanto tentava lutar contra a doença mortal no território.

Segundo o governo, a mulher, não identificada, foi infectada juntamente com um enfermeiro no fim de março quando atendia um paciente com a síndrome.

Mas de 350 das 1.683 pessoas infectadas pelo vírus da Sars em Hong Kong são profissionais da saúde. O enfermeiro Lau Wing-kai morreu em 26 de abril. Com a morte da médica, os mortos pela doença passa a ser 219 no território.