Mattel perde processo contra fotos pornôs da Barbie

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 2 de setembro de 2001 as 16:05, por: cdb

Bonequinha de luxo

Depois de dois anos, um milhão de dólares e 25 alentados volumes de provas e documentos legais de toda a espécie, a Mattel perdeu o processo que movia contra o fotógrafo Tom Forsythe, que teve a ousadia de fazer fotos “eróticas” da Barbie (isso porque eles possivelmente nunca viram o Plastic Paradise, um site de fotos “pornô”). Felizmente, o processo caiu em mãos de um juiz sensato, que achou perfeitamente ridícula a alegação da Mattel, que queixava-se de que as fotos prejudicavam as vendas da sua galinha dos ovos de ouro (honni soit…). Desde que a sentença foi anunciada, semana passada, a rede pipoca com as perigosas fotos – às quais jamais teríamos prestado atenção, já que, cá entre nós, são umas bobagens, seja como fotos, seja como idéias. Em suma: um caso bem parecido com o do Napster, que estava quieto na mão de meia dúzia de usuários, até a RIAA resolver implicar… Quando é que essa turma aprende?!