Marques acerta com o Vasco

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 22 de dezembro de 2002 as 23:24, por: cdb

Depois de três semanas de informações desencontradas a respeito de seu futuro, finalmente o atacante Marques definiu qual clube defenderá em 2003. O jogador decidiu deixar o Atlético-MG e confirmou, neste domingo, sua transferência para o Vasco.

O procurador de Marques, Aurélio Dias, disse que manteve um contato com o atacante por telefone. Como recebeu do jogador a autorização para definir os rumos de sua carreira, o empresário decidiu aceitar a proposta do Vasco e optou pela transferência do atleta.

“Foi uma decisão minha, já que o Marques me deu autonomia para isso, mas queria dividir as responsabilidades”, explicou Aurélio Dias. O procurador informou que a proposta de renovação de contrato feita pelo Atlético foi superior à do Vasco, mas o lado financeiro não pesou em sua escolha.

“Marques é jogador do Vasco, pois o Valdir está lá e sempre gostaria de reviver essa dupla” justificou Dias, referindo-se ao centroavante Valdir “Bigode”, antigo companheiro de Marques no Galo, que deixou o time mineiro no ano passado e transferiu-se para o clube cruzmaltino, durante o Campeonato Brasileiro de 2002.

“Além disso, ele estará perto de mim, aqui no Rio de Janeiro. Percebi que ele precisava dessa mudança, já que vinha sendo responsabilizado por tudo de errado que acontecia no Atlético”, desabafou Aurélio Dias. “As propostas do Atlético e do Puebla (equipe mexicana) foram melhores, mas as perspectivas e condições de trabalho foram levadas em consideração”, acrescentou.

Amizade

Aurélio Dias admitiu que a sua boa ligação com o Vasco, especialmente a amizade de muito tempo com o presidente do clube, Eurico Miranda, também pesou para a sua decisão de tirar Marques do Galo. “Ele jogou cinco anos em Minas e sua família gosta de lá, mas não levei isso em consideração e, para mim, foi fácil decidir”, afirmou.

O procurador informou que irá conversar com Eurico Miranda, para acertar os últimos detalhes do contrato de Marques com o Vasco, que terá duração de um ano. Mas Aurélio Dias aproveitou para alfinetar a diretoria do Atlético, que segundo ele, deixou de lado a consideração com o jogador.
“Aconteceram algumas coisas desagradáveis, que não precisavam ter uma dimensão maior. Mas as pessoas é que não tiveram consideração com o

Marques, e não o clube”, disparou o procurador, que não descarta um retorno do atacante, em 2004. “Ele pode voltar, sim, mas tudo vai depender das eleições no Atlético”, enfatizou.

O atacante chegou ao Galo em agosto de 1997, disputando 298 partidas e balançando as redes 115 vezes. Pelo clube, ele conquistou os títulos de campeão da Copa Conmebol e da Copa Centenário, em 97, além do bicampeonato mineiro, nos anos de 1999 e 2000. O jogador sagrou-se vice-campeão brasileiro pelo alvinegro, em 99.

De acordo com Aurélio Dias, a apresentação oficial de Marques como novo reforço do Vasco ainda não tem data definida. Ele disse que tudo dependerá de uma conversa com o clube cruzmaltino, já que o jogador tem contrato em vigor com o Atlético, até o dia 19 de janeiro.