Mário Sérgio diz que mudanças não atrapalham o São Caetano

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 22 de abril de 2003 as 12:26, por: cdb

O técnico Mário Sérgio não aceitou as acusações da torcida de que o São Caetano continua pecando pelo excesso de mudanças feitas por ele em todos os jogos. A alegação dos críticos é de que o Azulão tinha ido bem no empate de 1 a 1 com o Flamengo, quarta-feira, atuando no esquema 3-5-2, e não haveria motivo de mudar para o esquema 4-4-2 no jogo contra o Grêmio, sábado à tarde.

“São opções que nós temos dentro do elenco, tanto na parte técnica como tática. E usamos estas variações conforme a necessidade ou conforme o adversário”, defende-se Mário Sérgio. Ele foi muito vaiado nos dois empates em casa durante a semana, por 1 a 1, contra Flamengo e Grêmio.

Diante do Flamengo, Mineiro atuou como ala direito e Daniel foi um dos três zagueiros. No jogo contra o Grêmio, os dois deixaram o time para as entradas de Ângelo, como lateral direito, e Anaílson, como meia.

O São Caetano soma sete pontos, ocupando a 11ª posição, com
uma vitória e quatro empates. Por enquanto, é o time que mais empatou, garantindo o título de “Rei do Empate”.

Os jogadores ganharam folga prolongada e se apresentam no estádio nesta terça-feira cedo. O único problema de contusão é o lateral-esquerdo Zé Carlos, com pequeno entorse no tornozelo. Mas ele terá tempo de se recuperar até o jogo contra o Vasco da Gama, domingo, em São Januário, pela sexta rodada do Brasileirão.