Marinho: ‘PT precisa se acostumar a ser governo’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 24 de maio de 2003 as 15:49, por: cdb

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema, Luiz Marinho, disse neste sábado que o PT ainda não assumiu a responsabilidade de ser governo.

O sindicalista referia-se ao fato do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, ter se manifestado contra a política-monetária do BC em relação às elevadas taxas de juros; e aos radicais do PT, que levaram a público suas insatisfações com o governo Lula.

– O ministro pensava que a conversa era interna ao partido. Mas, destaco a necessidade de saber a diferença entre uma discussão externa e interna. Há muita gente dentro do PT que precisa aprender a ser governo – disse.

Mesmo afirmando que entende as razões das declarações do ministro, Marinho diz estar certo que a economia só retomará a trajetória de crescimento depois que a taxa básica de juros for reduzida. Para o dirigente sindical, o crescimento do PIB deste ano será semelhante ao do ano passado.

– Não acredito que a economia este ano será melhor do que a de 2002, mas a taxa de juros já tem condições de cair – afirmou.

Marinho está participando do seminário do PT sobre reforma da Previdência, iniciado nesta sexta-feira no hotel Braston, em São Paulo. Para fechamento do evento, no final desta tarde, está prevista a participação do ministro da Previdência, Ricardo Berzoini.