Marinha resgata tripulantes do veleiro canadense

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 as 11:50, por: cdb

Chegou ao fim o drama dos tripulantes do navio veleiro Concórdia, de bandeira canadense, que emborcou e naufragou, com 64 tripulantes a bordo, a cerca de 300 milhas (482 quilômetros) do litoral do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira, após enfrentar fortes ventos. Segundo a Marinha brasileira, todas as vítimas do naufrágio foram resgatadas nesta sexta-feira.

Nesta sexta-feira, a Marinha tinha divulgado nota para informar que estava dando prosseguimento ao resgate dos passageiros do veleiro, que enfrentou fortes ventos, emborcou e naufragou a cerca de 300 milhas do litoral do Rio de Janeiro nesta quinta-feira quando tentava chegar a Montevidéu, no Uruguai.

Ainda segundo a nota da Marinha, por volta das 20h desta quinta-feira, foi localizada uma balsa salva-vidas com algumas pessoas a bordo nas proximidades do local onde foi detectado um primeiro sinal de socorro.

Segundo a nota do Comando do Primeiro Distrito Naval, por volta das 17h desta quinta-feira, foi solicitado à Força Aérea Brasileira que investigasse a emissão de um sinal de emergência acionado pelo “Concórdia”, que estava realizando a travessia de Recife para Montevidéu, tendo partido no último dia 8 de fevereiro com previsão de chegada ao destino no próximo dia 23.

A Marinha enviou a Fragata Constituição com uma aeronave a bordo para dar prosseguimento nas buscas, com chegada prevista para as 13h desta sexta-feira. Além disso, foi determinado que três navios mercantes navegando naquela área marítima se dirigissem ao encontro da balsa.

Participando da operação de resgate, também partiu do Rio de Janeiro, o Rebocador de Alto Mar Almirante Guillobel, com chegada prevista na madrugada do dia 20. A Fragata Liberal partirá do Rio de Janeiro às 9h, enquanto a FAB mantém uma aeronave Hercules, C-130 nas buscas.