Marília e Sport empatam em 1 a 1

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 29 de novembro de 2003 as 19:12, por: cdb

Mesmo com um jogador a mais durante boa parte do segundo tempo, o Marília decepcionou os poucos mais de 700 torcedores que compareceram ao Estádio Bento de Abreu, no interior paulista.

O time não saiu de um empate em 1 a 1 com o Sport na tarde deste sábado pela última rodada do quadrangular final
Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o empate, o clube paulista, que terminou em quarto, com apenas três pontos ganhos, não conseguiu o objetivo traçado pelo técnico Luiz Carlos Ferreira, que era terminar em terceiro lugar.

Apesar de não poder contar com o técnico Hélio dos Anjos, suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pelas confusões na derrota de 2 a 1 para o Palmeiras, no dia 11 de outubro (sábado), o time pernambucano ficou com a terceira posição, com cinco pontos.

Embora servisse apenas para cumprir tabela, a partida começou bastante movimentada, com os dois times buscando o ataque.

Mesmo jogando fora de casa, foi o Sport quem abriu o placar. Aos 12 minutos do primeiro tempo o atacante Valdir Papel aproveitou o rebote de Mauro para balançar as redes.

Após o gol o time paulista saiu para o ataque e começou a pressionar. A partir daí quem passou a se destacar foi o goleiro do clube pernambucano Maizena, que praticou em seis minutos pelo menos cinco boas defesas.

De tanto insistir, o Marília conseguiu empatar aos 28, com o lateral-direito Rogério Souza em cobrança de pênalti.

Disposto a virar a partida, o time alviceleste continuou no ataque. Com os toques rápidos dos paulistas Daniel e Basílio, o Sport não conseguia sair da defesa.

Mas, aos 45 minutos, foi o time pernambucano quem quase marcou, com Ricardinho em um contra-ataque. O zagueiro Wladimir acabou salvando a meta de Mauro.

Na segunda etapa o ritmo do jogo caiu consideravelmente e os goleiros Mauro e Maizena passaram a ter pouco trabalho.

Mesmo com as alterações e a expulsão do zagueiro Marcão, o ataque mariliense continuava pecando nas finalizações. Com a chegada do final da partida, o Marília voltou a pressionar o Sport, mas foi prejudicado pela expulsão do volante Everaldo aos 45 minutos.

Com dez jogadores em campo, assim como o adversário, o clube paulista assistiu ao empate até o apito final do árbitro.