Maria Callas é homenageada com museu em Atenas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 17 de dezembro de 2002 as 13:40, por: cdb

A Prefeitura de Atenas inaugura nesta terça o primeiro museu dedicado à soprano grega María Callas, em comemoração aos 25 anos de seu falecimento em Paris.

A cerimônia de abertura será presidida pelo prefeito em fim de mandato Dimitris Avramópulos, na presença de personalidades do círculo das Artes e políticos do país, no espaço de exposição “Technópolis” da prefeitura.

O conteúdo do que seria o museu começou a surgir há dois anos, quando a prefeitura comprou parte dos objetos pessoais da soprano em um leilão que aconteceu em Paris em 2000.

A prefeitura, com a contribuição do ministério de Cultura grego, adquiriu as cartas enviadas por Callas a sua família, entre 1947 e 1952, a personalidades, como o professor Tulio Serafin, e a professora de música espanhola Elvira de Hidalgo, com a qual manteve correspondência até o ano de sua morte, em 1977.

Também comprou peças de seu vestuário, como um casaco de pele de chinchila, presente de seu marido, um par de luvas Hermes, a peruca que usava em sua atuação como Medéia, assim como 200 fotos de sua vida privada e profissional.

No museu também estarão à disposição do público um arquivo completo de gravações em CD e todas suas aparições na TV e no cinema.

O centro dedicado à diva funcionará em um projeto-piloto até os Jogos Olímpicos de 2004 em Atenas, com a pretensão de que seja ampliado com as doações e novas aquisições de objetos da soprano.

A entrada será gratuita e estará aberto todos os dias exceto segunda-feira e feriados.