Marcos quer permanecer no Palmeiras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 15 de abril de 2003 as 17:02, por: cdb

Após um bom tempo sem falar com a imprensa devido, principalmente, tanto ao problema de saúde que enfrentou quanto à ausência de jogos do Palmeiras, Marcos voltou a conversar com os jornalistas depois do treinamento da tarde desta segunda-feira, na Academia. Como sempre, o tom das entrevistas foi uma possível saída sua, prontamente rechaçada pelo goleiro.

“Olha, mais uma vez eu vou ser direto e franco: estou feliz aqui, tenho contrato até junho de 2004 e não terei problema nenhum em cumpri-lo. As pessoas ficam me perguntando a toda hora seu eu vou para este ou para aquele clube, mas de concreto, até o momento, existe apenas o meu desejo de continuar no Palmeiras”, disse.

Marcos lembrou, também, que para uma rescisão contratual ocorra será necessário o Palmeiras concordar. “Não adianta vocês ficarem falando que eu vou para este ou para aquele time. Um negócio só vai acontecer se o presidente Mustafá concordar. Quem estiver interessado no meu futebol tem que procurar primeiro o Palmeiras e deixar que o meu clube me avise. Aí, sim, se o negócio for interessante para todo mundo, uma transferência poderá até acontecer”, explicou.

O goleiro do Palmeiras também ressaltou o fato de que disputar a Série B pelo Verdão não o preocupa e nem o desmerece. “Em primeiro lugar, tenho contrato em vigor com o clube e tenho que jogar o campeonato que ele disputar. Além disso, fui um dos que ajudaram o Palmeiras a ser rebaixado em 2002 e portanto não tenho moral nenhum para não querer ajudar no seu retorno. Por fim, tenho certeza de que todos estarão de olho na Série B justamente porque o Palmeiras, ao lado do Botafogo-RJ e da Portuguesa-SP, serão as maiores estrelas do torneio”, finalizou.