Marcha contra o aborto reúne cinco mil pessoas em Brasília

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 8 de maio de 2007 as 20:12, por: cdb

Cerca de 5 mil pessoas participaram de uma caminhada contra a legalização do aborto na Esplanada dos Ministérios. Com o lema “Vida sim, aborto não”, representantes das bancadas evangélica e católica no Congresso Nacional e de organizações da sociedade civil saíram da Catedral Metropolitana de Brasília e foram até a Praça dos Três Poderes com faixas contra o aborto e palavras de ordem contra o ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

Às 18h está marcada uma audiência com o vice-presidente da República, José Alencar. Na reunião, parlamentares que participaram da manifestação devem entregar a Carta de Brasília contra a legalização do aborto no Brasil e o “abaixo-assinado pela vida”.

– Essa carta é  um ato de clamor à vida, um ato de sim à vida, mostrando que a sociedade brasileira é radicalmente contra o aborto -, afirma o presidente da Associação Nacional Pró-vida e Pró-família, Paulo Fernando Melo.

Ele é contrário à realização de um plebiscito sobre a legalização do aborto.
 
– A vida é um bem inalienável, intrínseco da pessoa, nó achamos desnecessária a realização do plebiscito, não se pode fazer um plebiscito para condenar um inocente à morte -, disse.

A presidente da Associação Brasileira de Assistência às Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace), Rosângela Justino, diz que uma das preocupações do movimento é com a divulgação de conceitos que, segundo ela, desconstroem os valores da sociedade. Entre eles, possíveis benefícios trazidos pela legalização do aborto, como evitar mortes em decorrência de abortos clandestinos.