Manuscrito raro de Beethoven vai ser leiloado em Londres

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 8 de abril de 2003 as 17:07, por: cdb

O manuscrito da redação final da 9ª Sinfonia de Beethoven, com numerosas anotações e comentários do compositor será leiloado no dia 22 de maio pela casa Sotheby´s, em Londres. A notícia foi publicada hoje pelo jornal The Guardian, que considerou possível que o manuscrito seja vendido por mais de quatro milhões e meio de euros.

Stephen Roe, chefe do departamento de manuscritos da Stheby´s disse que o documento é o mais importante trabalho musical jamais leiloado. “É provável que nunca mais aconteça um leilão de uma sinfonia completa de Beethoven”, disse Roe ao jornal. Segundo ele, o atual proprietário, que foi descrito somente como uma “fundação particular”, se propõe a criar um fundo beneficente para músicos com a renda do leilão.

O manuscrito, de 1826, está em ótimas condições, salvo uma ou outra mancha de tinta. Naquela época, o copista preferido do compositor já havia morrido e seus sucessores tinham claras dificuldades para decifrar sua caligrafia. Em uma das páginas, Beethoven insulta o copista escrevendo sobre o manuscrito: “maldito estúpido”.

Quase todas as 575 páginas da partitura estão cheias de modificações que vão desde correções menores da partitura até a revisão completa de algumas passagens com a inserção de notas adjuntas. O manuscrito contém também material inédito que tinha sido excluído da versão final pelo compositor.

A 9ª Sinfonia nasceu depois que Beethoven foi enviado a Londres em 1817 pela Royal Philarmonic Society. A sinfonia foi executada pela primeira vez em Viena em 1824, mas o compositor, que já era surdo, não pôde dirigi-la. Beethoven morreu em 1827, aos 57 anos de idade.

A última venda recorde de um manuscrito ocorreu em 1987, quando as partituras completas das sinfonias de Mozart foram vendidas por mais de 3,9 milhões de euros pela casa de leilões Sotheby´s, em Londres.