Mantega e Palocci dizem que governo vai continuar buscando a queda dos juros

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 3 de setembro de 2003 as 21:43, por: cdb

Os ministros da Fazenda, Antônio Palocci e do Planejamento, Guido Mantega, afirmaram nesta quarta-feira que o governo vai continuar a perseguir uma política de redução dos juros. Segundo Mantega, o país adotou o “mau hábito” de trabalhar com uma taxa de juro real sempre acima de 10% anuais.

– Vamos passar essa barreira e conviver com taxas de países emergentes como o México – disse Mantega.

Palocci disse que “é desejável” a queda dos juros. A continuidade da redução da inflação vai proporcionar esse ambiente, segundo o ministro, que falou no lançamento da campanha para aumentar a venda de títulos públicos federais a pessoas físicas, no programa Tesouro Direto.

Mantega disse serem factíveis as taxas de juros reais de 8,1% em 2004, caindo para 4,1% em 2007, previstas no Plano Plurianual (PPA). “Vamos romper essa barreira de 10% já em 2004”, afirmou.

Ele citou como fatores a contribuir para esse cenário a consolidação da estabilidade macroeconômica iniciada neste ano, a inflação em queda e aprovação das reformas constitucionais da Previdência e tributária.

Mantega também prevê o aumento da taxa de investimento interno para 18,5% no próximo ano, crescendo para 21,1% do PIB em 2007. “O PPA é um plano realista, não chutamos para cima e nem há megalomania”, disse o ministro.