Mantega diz que Brasil terá o 7º PIB do mundo ainda este ano

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 27 de abril de 2007 as 19:16, por: cdb

O ministro Guido Mantega (Fazenda) afirmou nesta sexta-feira que o Brasil fechará o ano de 2007 com o sétimo PIB (Produto Interno Bruto) no ranking mundial, considerando a nova metodologia adotada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O ministro participa de evento em sua homenagem promovido pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) em São Paulo.

Após a revisão do IBGE, a expansão da economia brasileira em 2006 foi elevada de 2,9% para um crescimento de 3,7% em valores, o PIB brasileiro atingiu R$ 2,3 trilhões. As novas contas nacionais passaram levar em conta 56 atividades econômicas e 110 produtos, contra 43 atividades e 80 produtos calculados anteriormente.

Segundo a consultoria Austin Rating, o PIB brasileiro passou a ocupar a décima posição no ranking mundial com a revisão da metodologia e o sétimo lugar é ocupado pela Itália. Uma comparação mais precisa com os demais países, entretanto, dependente dos dados atualizados do FMI (Fundo Monetário Internacional).

O ministro afirmou que em três ou quatro anos, a relação de dívida e PIB ficará entre 36% e 37% atualmente, esta relação é de 45%.

Mantega disse ainda que a apreciação cambial é “quase inevitável”. Por conta disso, de acordo com ele, o câmbio “se torna o maior desafio” da política econômica. Entre os motivos para esta apreciação estão o superávit comercial e de conta corrente e o fluxo comercial.

– Evidentemente, isso traz prejuízo para alguns setores da economia. Portanto, é um desafio para o governo -, disse.

Ainda no mesmo tema, o ministro defendeu que o governo deve se concentrar em apoiar a indústria da transformação e alguns setores que sofrem com a competição externa, como os têxteis e bens de capital.