Mantega atribui queda do dólar a pagamento de ações por siderúrgica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 31 de maio de 2007 as 21:22, por: cdb

O ministro da Fazenda Guido Mantega, atribuiu nesta quinta-feira a queda do dólar a R$ 1,926 – o menor valor desde novembro de 2000 – aos recursos que entraram no país em conseqüência do pagamento de ações pela siderúrgica Arcelor Mittal. A estimativa do ministro é de que tenham entrado entre US$ 5 bilhões e US$ 6 bilhões no país em conseqüência dessa operação.

Mantega também afirmou que há um interesse crescente pelo país, devido aos bons indicadores que a economia apresenta.

– Nós temos uma certa pressão, mas como eu sempre digo, o dólar é flutuante – agora ele está flutuando para baixo, mas a qualquer momento pode flutuar para cima -, disse o ministro, após fazer a palestra de encerramento do 24º Congresso Brasileiro de Radiodifusão, promovido pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert).

Ele previu entrada ainda maior de dólares – o que está levando ao fortalecimento da moeda nacional – para quando o Brasil alcançar o grau de investimento.

– Aí nós vamos pensar como vai ser, o que vamos fazer -, comentou.

Por enquanto, o ministro disse que o valor da moeda norte-americana poderá ser mantido com a compra de dólares pelo Banco Central, para aumentar as reservas, e a continuidade na redução da taxa básica de juros.

O otimismo em relação à economia brasileira já havia sido demonstrado pelo ministro na palestra a proprietários e diretores de emissoras de rádio e televisão, sob o tema No ar, o Brasil: Agenda para o Desenvolvimento.

– Na economia, estamos cheios de boas notícias -, afirmou Mantega.