Mantega anuncia terceira fase do Programa de Sustentação do Investimento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de março de 2011 as 12:40, por: cdb

>
03/03/2011Mantega anuncia terceira fase do Programa de Sustentação do Investimento

Daniel Lima e Pedro Peduzzi
Repórteres da Agência Brasil

Brasília – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou a terceira fase do Programa de Sustentação do Investimento (PSI 3), que contará com R$ 75 bilhões. Pelos cálculos do ministro, na nova etapa, o Tesouro irá arcar com um custo de R$ 4,1 bilhões para que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) possa cobrar uma taxa de juros mais baixa.

Essa equalização durará enquanto o empréstimo existir, embora as contratações do PSI estejam previstas para terminar no dia 31 de dezembro de 2011. Guido Mantega fez o anúncio sobre a nova fase ao comentar o crescimento de 7,5% da economia brasileira em 2010. Ele também anunciou durante coletiva que o Tesouro Nacional irá emprestar R$ 55 bilhões para o BNDES.

Mantega informou ainda que as taxas serão maiores para os empréstimos na nova fase do PSI em relação às duas anteriores, até 3 pontos percentuais. “O que era 5,5% passou para 7%, por exemplo. As linhas de inovação, por exemplo, permanecem baixas, próximas a 4% ao ano [para pequenas empresas] e há uma de 5% ao ano [para grandes empresas].”

O ministro disse ainda que, dos R$ 75 bilhões, um volume de recursos de aproximadamente R$ 1 bilhão irá para a empresa Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do Ministério de Ciência e Tecnologia, para o financiamento exclusivo de inovação tecnológica. Mantega informou também que as mudanças serão publicadas no Diário Oficial da União de amanhã.

Edição: Juliana Andrade