Manifestação interrompe trânsito na BR-116

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008 as 18:19, por: cdb

Uma manifestação interrompeu, na manhã desta segunda-feira, um trecho da BR-116 na Baixada Fluminense. O protesto de moradores das comunidades de Parque Paulista e Nova Campina, de Duque de Caxias, aconteceu por volta das 11h na altura do quilômetro 140, próximo a Saracuruna.

Os cerca de 400 manifestantes queimaram pneus e interromperam o tráfego por quase uma hora. Com a chegada da Policia Rodoviária Federal, o fluxo de veículos foi restabelecido com a liberação de uma das faixas. Por conta disso, não houve grandes congestionamentos no local.

O grupo reivindicava saneamento básico, pavimentação e fornecimento de água para a região. Segundo o inspetor André Luiz Azevedo, da Polícia Rodoviária Federal, manifestações como a de hoje são comuns na região.

— Estas comunidades crescem e sobrevivem à margem da rodovia. Então, em toda e qualquer manifestação destes grupos, eles acabam sempre indo para uma rodovia federal mesmo que a Policia Rodoviária e os usuários nada tenham a ver com essas manifestações. Essas pessoas só conseguem visibilidade para suas reclamações quando fazem este tipo de atividade —, explica o inspetor.

A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) afirmou que os responsáveis pelo loteamento das comunidades não fizeram consultas à empresa para o estabelecimento de ligações de água e estão, portanto, em situação irregular. Apesar disso, a Cedae afirma que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) prevê a realização de um projeto que levará água a essas localidades até a metade do ano.

Por meio da Assessoria de Imprensa, a prefeitura de Duque de Caxias declarou que foram entregues às comunidades de Parque Paulista e Nova Campina mais de dez quilômetros de obras de pavimentação e de saneamento básico nos últimos três anos. A prefeitura informou ainda que o processo de licitação para novas obras encontra-se em fase final.