Manaus: Dilma sobe no palanque de Vanessa Grazziotin contra tucano em Manaus

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 23 de outubro de 2012 as 15:29, por: cdb

Manaus: Dilma sobe no palanque de Vanessa Grazziotin contra tucano em Manaus

A presidenta foi à capital amazonense para transferir sua popularidade à candidata do PCdoB, que enfrenta no segundo turno o maior opositor do governo Lula

Por: Redação da Rede Brasil Atual

Publicado em 23/10/2012, 17:22

Última atualização às 17:22

Tweet

São Paulo – A presidenta Dilma Rousseff subiu ontem (22) no palanque da candidata do PCdoB à prefeitura de Manaus, Vanessa Grazziotin, para apoiá-la na disputa contra Arthur Virgílio Neto, do PSDB. Vanessa venceu o tucano nas eleições para o Senado, em 2010, mas foi derrotada pelo rival no primeiro turno manauara: as urnas deram mais de vinte pontos de vantagem a Arthur, contrariando as pesquisas, que indicavam empate técnico. De acordo com o Ibope, o resultado pode se repetir e ampliar no próximo dia 28: as pesquisas mostram o tucano com 68% dos votos válidos, enquanto a comunista tem 32% por cento.

Daí que a presidenta tenha se dirigido a Manaus pela primeira vez na vida para participar de uma campanha política. Nem quando disputou a Presidência Dilma realizou comícios na capital amazonense. Ainda assim, a herdeira de Luiz Inácio Lula da Silva venceu com folga na cidade em 2010. Agora, tenta reverter esse prestígio em favor de sua aliada – e contra o maior desafeto de seu predecessor no Planalto: Arthur Virgílio foi um dos principais opositores ao primeiro governo petista e certa vez até ameaçou, na tribuna, dar uma surra em Lula.

Dilma iniciou o discurso de apoio a Vanessa parabenizando a cidade de Manaus pelos seus 343 anos, comemorados na última quarta-feira, e agradeceu os votos recebidos na eleição de 2010. No palanque, junto à presidenta, estavam prefeitos eleitos e reeleitos do Amazonas, deputados e vereadores que apoiam a candidata do PCdoB, o deputado federal e quinto colocado no primeiro turno das eleições, Sabino Castelo Branco (PTN), além do governador amazonense Omar Aziz (PSD), do senador e líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB), e da ministra da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência, Ideli Salvatti.

A presidenta destacou como “marcante” o fato de estar dividindo o comício com Vanessa, pois o evento a fez recordar de sua própria campanha, em 2010, quando sofreu perseguições políticas e duras críticas por parte de seu rival da época, o tucano José Serra. “Sabem o que enterrou tudo isso? O voto! O voto popular enterra mentiras. Só tem esse jeito de enterrar mentira e conversa fiada”, disse. Dilma acusou o PSDB de estar sempre contra a Zona Franca de Manaus e de seus militantes debocharem de programas sociais, como o Bolsa Família, denominado por parte da oposição como “bolsa esmola”, esquecendo que o programa dá oportunidades a 125 mil famílias apenas em Manaus.

A valorização da mulher também esteve presente no discurso da presidenta, para quem Vanessa representa “um passo adiante e um passo certo”. Ao explicar os motivos que o levaram a firmar aliança com Vanessa no segundo turno, o deputado derrotado no primeiro turno Sabino Castelo Branco ressaltou a credibilidade de Dilma e a confiança de que a candidata é a mais preparada para fazer a mudança do atual cenário manauara. “Por trás de Arthur está o atual prefeito, Amazonino Mendes, e ele destruiu Manaus.”

Com informações da Reuters