Mais saúde para a população

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 18 de abril de 2012 as 12:57, por: cdb

GDF entrega reforma do Centro de Saúde nº 7, em Taguatinga. Foram investidos R$ 900 mil nas melhorias

Da redação

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama Ilza Queiroz, entregou, na manhã desta quarta-feira, a reforma do Centro de Saúde nº 7, no Setor M Norte de Taguatinga.  A obra, que custou R$ 900 mil, modernizou toda a estrutura da unidade, desde as partes hidráulica e elétrica até o setor de informática.
 
“Este é o 14º centro de saúde que nós entregamos em apenas um ano e quatro meses de governo. Essa é mais uma conquista para nossa população que recebe um centro de saúde todo reformado e em condições dignas”, declara Agnelo Queiroz.
 
Referência em saúde pública para aproximadamente 46 mil pessoas, de Taguatinga e de parte de Ceilândia, o centro presta atendimento nas especialidades de clínica médica, pediatria, ginecologia e nutrição, além de odontologia. Há ainda os departamentos de vacina e curativo, assim como o de serviço social. A unidade desenvolve Práticas Integrativas de Saúde (automassagem) e o Programa de Agentes Comunitários de Saúde.
 
Para garantir a comodidade dos pacientes, foram ampliados os espaços físicos dos setores de farmácia, de vigilância epidemiológica, de nutrição e de atendimento a hipertensos e diabéticos. A sala de odontologia dispõe de três cadeiras ergonômicas e escovódromo. A obra contemplou também as pessoas com deficiência, que podem contar com banheiro exclusivo. O Centro de Saúde 7 recebeu, ainda, pintura nova, reforma no telhado e no piso.
 
Saúde Primária é o foco – O secretário de Saúde, Rafael Barbosa, disse que o governo tem se dedicado a aprimorar os serviços de saúde primária, evitando as grandes filas de espera nos prontos-socorros dos hospitais públicos.
 
“O foco do governo hoje é todo direcionado à atenção primária e à Saúde da Família. Já iniciamos as grandes obras para a construção da Clínica da Família, inclusive inauguramos uma em Samambaia e, até o final do governo, temos o projeto de entregar 42 Clínicas da Família”, afirmou.
 
Projeto-piloto –  Rafael Barbosa anunciou que, a partir da semana que vem, a Secretaria de Saúde vai colocar em teste um novo modelo de atendimento e encaminhamento de pacientes. Aqueles que chegarem ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC) e não estiverem em estado grave serão orientados a buscar assistência no Centro de Saúde nº 1, localizado ao lado do hospital. Para atender a esse contingente, o centro ficará aberto até as 19h. Se aprovada pela população, a medida será levada a outras regionais.

Foto: Roberto Barroso