Mais intenso, Furacão Irene segue de Porto Rico em direção à Costa dos Estados Unidos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 25 de agosto de 2011 as 07:22, por: cdb

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Os ventos do furacão Irene seguem da região das Bahamas para a Costa Sudeste dos Estados Unidos. A previsão é que o furacão chegue ao país no próximo fim de semana que coincidirá com o feriado do Dia do Trabalho. Autoridades norte-americanas temem a passagem pela região, pois no feriado muitos turista optam pelas praias para aproveitar a folga.

O furacão Irene ganhou força ontem (24) pela manhã sendo classificado com a categoria 3, na escala Saffir-Simpson que vai até 5. O Irene avança a uma velocidade de cerca de 15 quilômetros por hora. O Centro Americano de Furacões (NHC, na sigla em inglês) alerta para o risco de que o furacão ganhe mais força e passe para o nível 4 antes de chegar aos Estados Unidos.

Segundo especialistas, os estados da Carolina do Norte e do Sul devem ser as primeiras regiões dos Estados Unidos atingidas pelo furacão. As autoridades de alguns estados se preparam para a possibilidade de evacuar parte da população em algumas cidades.

De acordo com o NHC, os ventos estão cada vez mais intensos. As autoridades pedem que as pessoas evitem ir às ilhas Turks e Caïcos, em Bahamas, onde ondas de quatro metros de altura são esperadas. O boletim de hoje (25) do centro informa que o furacão está no Golfo do México e é apontado como de alto potencial (gravidade).

“Os riscos são altos, pois basta uma pequena modificação da trajetória para a esquerda para reforçar o impacto da tempestade em uma zona de população bem mais densa”, disse o porta-voz da NHC, Dennis Feltgen.

Durante a passagem do Irene pela República Dominicana, mais de 11 mil pessoas tiveram que deixar suas casas no início da semana. O furacão também causou danos em Porto Rico, onde três pessoas morreram e mais de 30 mil tiveram de deixar suas casas.

*Com informações da emissora pública de rádio da França, RFI.

Edição: Talita Cavalcante