‘Mais importante do que analisar reformas, é aprovar’, diz ex-ministro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 20 de maio de 2003 as 19:17, por: cdb

O ex-ministro chefe da Casa Civil, Pedro Parente disse nesta terça-feira que não atende ao interesse nacional ficar discutindo e cobrando a revisão dos partidos da base aliada, em especial do PT.

Para ele, mais importante do que ficar analisando “se o PT mudou ou deixou de mudar, se devia mudar ou não, é discutir e aprovar as reformas”.

O ex-ministro disse que está havendo muito ruído na discussão das reformas, principalmente na da Previdência, mas acredita que serão aprovadas, ressaltando que alguns itens encontrarão níveis mais elevados de dificuldades.

– As reformas são fundamentais para garantir a poupança necessária para o crescimento.

Pedro Parente afirmou que a atuação pragmática do governo federal tem sido fundamental para a economia brasileira.

O ex-ministro fez ,nesta terça-feira, no Segundo Ciclo Rio de Informação e Negócios, no auditório da Escola Naval, a primeira palestra após cumprir o período de quarentena, depois do fim do governo Fernando Henrique Cardoso. Ele apresentou o tema “O Brasil no contexto mundial e as reformas”.