Maioria dos estadunidenses quer pronta retirada do Afeganistão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de março de 2012 as 09:52, por: cdb

A maioria dos estadunidenses é partidária de uma pronta retirada das tropas do Afeganistão, revelou nesta terça (13) uma pesquisa.

Encomendada por ABC News e The Washington Post, a pesquisa aponta que 54% dos entrevistados quer a retirada das forças, mesmo se o exército afegão não estiver pronto para  assumir a segurança do país.

No entanto, a opinião que mais compromete o Pentágono indica que 60% dos estadunidenses acha que a guerra nessa nação centro-asiática, como resposta aos ataques de 11 de setembro de 2001, não valeu a pena.

Por outro lado, uma análise noticiosa publicada nesta segunda-feira pelo jornal The New Times sustenta que a indignação dos afegãos pelos episódios da queima do Corão e o assassinato no domingo de ao menos 16 civis põe em perigo os planos da Casa Branca para pôr fim à presença militar para o ano 2012.

Segundo o jornal, os recentes acontecimentos fortaleceriam setores insurgentes que se opõem às negociações com uma força que se vai do país de todos os modos e podem ser usados para alentar o mal-estar nacional em relação à ocupação estrangeira.

Apesar do aumento das opiniões contra a presença das tropas na nação afegã, o almirante James G. Stavridis, comandante em chefe das forças da OTAN, disse no Congresso que tudo indica que haverá uma presença no Afeganistão para além de 2014.

Muitos estadunidenses, inclusive os partidários de outrora da missão no Afeganistão em ambos os partidos, propõem que estes episódios destacam a necessidade de apressar o fim da guerra e sair desse território.

Fonte: Prensa Latina

 

..