Maioria das crianças da América Latina é pobre, diz Unicef

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de fevereiro de 2003 as 22:34, por: cdb

Um relatório da Unicef (Fundo das Nações Unidos para a Infância) afirma que 51% das crianças com até 12 anos de idade vivem em condições de pobreza na América Latina e no Caribe.

Além disso, o estudo Pobreza e Exclusão entre Crianças Urbanas diz que a maioria dos pobres da região é formada por menores de idade.

A Unicef afirma que a pobreza das crianças na América Latina está diretamente relacionada com o desemprego.

De acordo com o relatório, a situação faz com que as crianças comecem a trabalhar mais cedo, principalmente em áreas rurais.

Trabalho infantil

O relatório diz ainda que a América Latina e o Caribe possuem cerca de 20 milhões de trabalhadores com menos de 15 anos de idade.

Os autores do estudo, divulgado nesta sexta-feira em Florença e Genebra, afirmam que os resultados da pesquisa refletem a má distribuição de renda na região.

Apesar dos problemas apontados no relatório, a Unicef cita os exemplos de pequenas cidade que conseguiram melhorar as condições de vida das crianças mais pobres.

Um dos exemplos positivos citados pelo estudo é o município de Barra Mansa, no Rio de Janeiro, onde um conselho de adolescentes foi criado para administrar parte do orçamento da cidade destinado a reformas nas escolas, segurança nas áreas mais pobres e obras de infra-estrutura e saneamento.