Maconha é liberada em café inglês

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de outubro de 2001 as 18:58, por: cdb

Um empresário britânico quer abrir um café na cidade de Taunton, no condado de Somerset, na Inglaterra, onde as pessoas possam fumar maconha livremente.

Mike Cottee diz que sua idéia ganhou força depois de o governo britânico anunciar que pretende flexibilizar a legislação sobre a droga.

Cottee diz, no entanto, que o café não venderia maconha já que a compra e a venda da droga continuará sendo um ato ilegal mesmo se as novas leis forem aprovadas.

“A intenção é oferecer um lugar seguro e agradável para as pessoas que gostam de fumar cannabis virem e socializarem sem medo de serem presas”, disse Cottee.

Propostas

O ministro do Interior britânico, David Blunkett, propôs recentemente a revisão da classificação da maconha, que cairia da categoria B para a C, que abrange drogas consideradas mais leves.

Segundo as propostas de Blunkett, o porte e a venda de maconha continuariam a ser considerados atos criminosos, com sentenças de prisão de até cinco anos para o fornecimento da droga e de no máximo dois anos para porte.

No entanto, a polícia seria orientada a advertir usuários em vez de prendê-los. O objetivo da medida seria concentrar recursos policiais no combate às drogas da classe A – craque, cocaína e heroína.

A recategorização, no entanto, não significaria a descriminalização ou a legalização da maconha.

Uma tentativa anterior de montar um “café da maconha” foi feita em setembro na cidade de Stockport, Manchester, mas não durou muito.

Quando havia mal começado a funcionar, o lugar foi fechado pela polícia e várias pessoas foram presas. O café foi reaberto, mas não se compra nem se fuma mais maconha lá dentro.

Cottee e seus sócios, porém, acreditam que, com as novas leis, as autoridades de Somerset vão fazer vistas grossas a um café desse tipo já que não teriam mais por que prender as pessoas.