Luxemburgo reconhece derrota

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 25 de maio de 2003 as 23:56, por: cdb

O técnico Vanderlei Luxemburgo considerou merecida a derrota para o Vitória, por 2 x 1, neste domingo, em Salvador, a primeira do Cruzeiro neste Campeonato Brasileiro. Apesar da perda da invencibilidade de 36 partidas, o treinador procurou dar os méritos pelo resultado ao adversário.

– Conversei com os jogadores e disse que o mérito foi do Vitória, pois não jogamos da maneira como estávamos acostumados. Isso era esperado e não podemos deixar que esses 90 minutos interfiram naquilo que o Cruzeiro vinha fazendo na competição – afirmou Luxemburgo, procurando levantar o moral da equipe.

Ele considera que o Cruzeiro deixou a desejar no início da partida, quando foi pressionado pelo Vitória. No segundo tempo, o técnico disse que o time melhorou. “O adversário teve mais oportunidades e jogou melhor somente no primeiro tempo, já que o segundo foi igual. Mas eles aproveitaram as chances e conseguiram vencer”, observou.

– Tivemos um primeiro tempo totalmente atípico daquilo que estávamos acostumados a ver a equipe. No segundo, não, nosso time foi aguerrido e determinado, mesmo sem estar bem tecnicamente, já que o campo não permitia o toque de bola. A nossa trajetória tem sido muito bonita e não podemos deixar que esses 90 minutos sejam a característica de nossa equipe – acrescentou.

Segundo Luxemburgo, o time foi melhor a partir das substituições dos meias Wendell e Zinho por Felipe Melo e Márcio, na etapa final. “Fizemos o primeiro gol e corremos atrás, tivemos possibilidades de empatar o jogo, mas temos de dar os méritos da vitória ao Joel e aos jogadores, que atuaram de maneira aguerrida dentro de campo”, avaliou.

A perda da longa invencibilidade não é motivo de preocupação para o treinador, que já preparava a cabeça dos jogadores para o primeiro resultado adverso no Brasileiro. “Perdemos em um momento em que podíamos. Claro que uma vitória nos deixaria em situação confortável no futebol, mas o Brasileiro é um campeonato muito difícil e sabíamos que iríamos perder um dia”, frisou.

– Já sabíamos que não iríamos passar em branco na competição. Todos estão tristes pela derrota, mas temos de levantar a cabeça e partir para o próximo jogo, que será decisivo – comentou Luxemburgo. O próximo compromisso do Cruzeiro será contra o Goiás, nesta quarta-feira, no Mineirão, pelo jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil.