Luma de Oliveira é quem mais doou dinheiro para campanha de Lula

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 28 de novembro de 2002 as 12:43, por: cdb

Ao concluir a prestação de contas do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quarta-feira, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a modelo Luma de Oliveira foi a pessoa física que doou a maior quantia em dinheiro para a campanha do então candidato do Partido dos Trabalhadores (PT): R$ 27 mil.

O curioso da revelação do TSE é que Luma manteve uma postura absolutamente discreta ao longo da campanha eleitoral. A modelo, que garante votar em Lula desde sua primeira tentativa de chegar à Presidência, há 13 anos, é casada com o empresário do setor naval Eike Batista.

Musa soberana do Carnaval do Rio de Janeiro, em que costuma desfilar como madrinha da bateria de escolas de samba, Luma agora assume, com base nos números do TSE, também o posto de fada-madrinha de Lula.

O candidato do PT declarou ao TSE ter gastado R$ 33,7 milhões e arrecadado R$ 33 milhões. O maior doador foi o grupo Coteminas, do vice-presidente eleito, José Alencar: R$ 2,3 milhões.

Em seguida, entre as pessoas jurídicas, apareceu o banco Santander, que doou R$ 1,4 milhão.

Segundo tesoureiro do PT, Delúbio Soares de Castro, o partido assumirá junto aos credores toda a dívida referente a gastos com aluguel de outdoors e transporte aéreo.

Já o senador José Serra (PSDB), que disputou o segundo turno com o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), gastou R$ 5,9 milhões a mais que o valor informado ao TSE.

De acordo com a prestação de contas do candidato, Serra arrecadou R$ 28,5 milhões e gastou R$ 34,4 milhões em sua campanha à Presidência da República.

Os maiores doadores do PSDB foram o banco Itaú com R$ 2,2 milhões e as empresas Votorantim, com R$ 2 milhões, e Sodepa, com R$ 1,3 milhão.

A maior doação de pessoa física para Serra partiu do empresário carioca Antônio José de Almeida Carneiro, que contribuiu com R$ 1 milhão de reais.