Luma assiste à tragédia da janela de seu quarto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de setembro de 2001 as 14:15, por: cdb

“Foi uma catástrofe. Ví a segunda explosão e, depois, o momento em que as duas torres ruíram. Foi horrível. Eu sabia que tinha muita gente ainda lá dentro”. Esta é parte do depoimento que a modelo e atriz Luma de Oliveira prestou, na manhã desta quinta-feira, à rede de tevê Globo News, por telefone, de Nova Iorque.

Luma, que tem residência fixa no Rio de Janeiro, disse que se sente insegura em Nova Iorque, “mas ainda não tenho como deixar a cidade”.

– Ninguém, aliás, está podendo sair daqui, apesar do clima de insegurança que domina as ruas – afirmou.