Lula responde a vaias e diz que energia do Fórum ajudará a cumprir Metas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de janeiro de 2005 as 15:42, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinat-feira, ao participar do lançamento da campanha Chamada Global para a Ação contra a Pobreza, no 5º Fórum Social Mundial, que é importante que o fórum transfira sua energia aos países delegados das Nações Unidas, para que estes tenham coragem de adotar medidas para cumprir as Metas do Milênio. No momento em que Lula discursava, grupos de estudantes faziam manifestações. Por duas vezes, Lula interrompeu o discurso para responder a vaias.

Na primeira vez, o presidente disse que os manifestantes são filhos do PT que se rebelaram, como é próprio da juventude, mas que um dia amadurecerão e retornarão à casa.

– E nós estaremos de braços abertos para recebê-los, tratando-os com o mesmo carinho com que sempre tratamos – disse ele.

Na segunda vez, Lula respondeu que ouve o barulho desde 1975, e que seus ouvidos já estão calejados, preparados. Segundo o presidente, o barulho soa como uma harmonia gostosa e é parte da democracia, “um gesto democrático feito pela boca daqueles que não têm paciência de ouvir as verdades”.

Lula também manifestou o desejo de que as próximas edições do Fórum Social Mundial continuem se realizando em Porto Alegre.

– Se me convidarem, não tenham dúvida de que eu irei aos fóruns sociais, porque eu estou presidente da República, mas, de origem, eu sou do movimento social; de origem, eu sou um militante político – afirmou.